A CONTRIBUIÇÃO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL RURAL PARA A REDUÇÃO DA DESIGUALDADE DE RENDA

Rossandra Oliveira Maciel de Bitencourt, Fabiano Abranches Silva Dalto

Resumo


O objetivo geral deste trabalho consiste em analisar os efeitos da Previdência Social Rural (PSR) na redução da desigualdade de renda nos municípios da Associação dos Municípios da Região Carbonífera de Santa Catarina (AMREC). A metodologia utilizada consistiu em um levantamento de dados junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, ao Ministério da Previdência Social e à Dataprev – Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social. A abordagem de análise foi quantitativa. No que se refere aos resultados, constatou-se que a contribuição da PSR é maior nos municípios cuja renda per capita agrícola é menor. Nestes casos o papel desempenhado pela PSR se estende para além do contexto familiar abrangendo também a esfera econômica. A PSR destaca-se, portanto, ao desempenhar um papel extremamente importante do ponto de vista social e econômico, tendo em vista o público que o programa atinge, tanto no que tange à manutenção das famílias no campo, como ao montante de recursos que adiciona à economia dos municípios.

Palavras-chave


Previdência Social Rural; Renda; AMREC

Texto completo: PDF

RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684