A DINÂMICA DO EMPREGO NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NO BRASIL: UMA ANÁLISE A PARTIR DA CONJUNTURA MACROECONÔMICA (2002-2011)

Alex Leonardi, Paulo Dabdab Waquil, Fabrício José Missio

Resumo


O objetivo do artigo é analisar o efeito que variáveis de conjuntura macroeconômica exerceram sobre o emprego na indústria de alimentos, entre 2002 e 2011. Para tanto, em primeiro lugar, com base no referencial teórico elaborado, procedeu-se à seleção das seguintes variáveis: juros (Selic), renda, inflação, câmbio e exportações. Em segundo lugar, para captar esta relação (e a magnitude), utilizou-se a análise econométrica, através da regressão linear múltipla. Os resultados encontrados mostram que o conjunto das variáveis utilizadas explica 20,8% das variações no nível de emprego, sendo que todas as variáveis independentes apresentaram o sinal esperado.

Palavras-chave


Indústria de alimentos; Conjuntura macroeconômica; Emprego

Texto completo: PDF

RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684