EDUCAÇÃO: ANTÍGENO CONTRA A VIOLÊNCIA

Gustavo Adolpho Vogel Neto

Resumo


O fenômeno da violência perturba o espírito de todo ser humano, sobrepondo-se a qualquer outro que se possa incluir no rol das anomalias sociais de maior gravidade, a ponto de dizerem os estudiosos da matéria que a violência, num processo vicioso de morfogênese, é o embrião dos demais problemas que afligem a humanidade: origem, e não consequência, da própria miséria.
De fato, a experiência está a revelar que a agressividade nem sempre emerge das condições de vida insatisfatórias, ou mesmo hostis, como às vezes se apregoa. Não é agressivo apenas o pobre mas também, e muito frequentemente, o abastado, inclusive quando se faz detentor do poder econômico ou político. Daí os cartéis e os governos autoritários, que se impõem pela opressão

Texto completo: PDF


A Revista Direito UNIFACS – Debate Virtual estará sempre aberta a oportunidade para que todos, ainda que não sejam membros do Corpo Docente e Discente do Curso de Direito da UNIFACS, possam divulgar textos jurídicos de relevância dogmática, devendo enviar seus textos para o endereço eletrônico direito@unifacs.br

ISSN 1808-4435