A GESTÃO DO CONHECIMENTO NA UNIDADE DESCENTRALIZADA DO SERVIÇO DE AUDITORIA DO SUS EM SANTA CATARINA

Fabiano Domingos Bernardo, Maria Luiza Gesser da Silveira, Luiz Alberton, Marcelo Medeiros da Rosa

Resumo


Por muitos anos a gestão do conhecimento foi negligenciada pela Administração Pública e alguns serviços com alto grau de especificidade e complexidade apresentam isso como um fator de risco de descontinuidade administrativa. Considerando que o conhecimento é um importante recurso público e por isso torna-se de interesse de toda a sociedade, este artigo objetiva identificar quais as formas de retenção do conhecimento utilizadas pelo Serviço de Auditoria do SUS em Santa Catarina. Para alcançar o objetivo proposto, utilizou-se de entrevista semiestruturada com a finalidade de captar a percepção dos servidores do setor estudado em relação às formas de retenção e disseminação do conhecimento. Quanto aos resultados, verificou-se que não há um programa formalizado de gestão do conhecimento implementado no órgão, no entanto, embora tenha sido identificada a existência de iniciativas incipientes, foram identificadas algumas ferramentas de gestão do conhecimento que fazem parte do cotidiano e das rotinas dos servidores.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v17i3.3861

 


Palavras-chave


Gestão do Conhecimento; Auditoria; Administração Pública

Texto completo: PDF

Gestão & Planejamento. ISSN eletrônico (on-line/e-line) 2178-8030
ISSN impresso 1516-9103