SIMILITUDES ENTRE TEORIA SOCIAL COGNITIVA, CAPITAL PSICOLÓGICO E COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR: UMA REFLEXÃO TEÓRICA

Luciano Gonçalves de Lima, Vânia Maria Jorge Nassif

Resumo


A cognição desempenha um importante papel na capacidade de as pessoas construírem a realidade, se autorregularem, codificar informações e executar comportamentos. O capital psicológico tem suas bases estabelecidas pelas dimensões autoeficácia, otimismo, esperança e resiliência, enquanto a agência humana é formada pela intencionalidade, antecipação, autorreatividade e autorreflexão. Este artigo teórico teve por objetivo discutir as similitudes entre teoria social cognitiva sob a perspectiva da agência humana e o constructo do capital psicológico cujo intuito é o de melhor compreender o comportamento empreendedor. Trata-se de temas incipientes na literatura, sobretudo, quando o foco se volta para o comportamento empreendedor. As reflexões teóricas expostas no texto apontam similaridades entre os constructos, apresentando aspectos convergentes e influenciadores relacionando a agência humana, e o capital psicológico visando a autorrealização. Um framework foi desenvolvido evidenciando a necessidade de estudos empíricos que sustentem as imbricações alçadas.

 


Palavras-chave


Teoria social cognitiva; Agência humana; Capital psicológico; Comportamento empreendedor

Texto completo: PDF

Gestão & Planejamento. ISSN eletrônico (on-line/e-line) 2178-8030
ISSN impresso 1516-9103