ESTRATÉGIA E DESEMPENHO FINANCEIRO DAS SUBSIDIÁRIAS DE CORPORAÇÕES MULTINACIONAIS NO BRASIL

Felipe Mendes Borini, Moacir de Miranda Oliveira Junior, Eduardo Pozzi Luchesi

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar se subsidiárias com relevância estratégica (SRE) apresentam desempenho financeiro diferenciado das demais subsidiárias da corporação multinacional. Entende-se por SRE aquelas que criam e agregam valor para a corporação multinacional, exercem competitividade global e tem suas competências reconhecidas na corporação. Com este objetivo foi realizada uma pesquisa de caráter exploratório em uma amostra de 63 das maiores subsidiárias de corporações de capital estrangeiro no Brasil. A partir dos testes realizados, os resultados mostram que existe diferença de performance financeira das SRE perante as demais subsidiárias. Nas SRE, tanto a razão EBITDA/Ativo Total quanto a razão EBITDA/Receita Líquida são significativamente superiores em relação às demais subsidiárias. Tal resultado trouxe evidências de que as SRE são mais eficientes que as demais subsidiárias na geração de resultado operacional relativamente ao investimento feito em ativos e que auferem margens operacionais mais altas, possivelmente em função de seus diferenciais competitivos.

Palavras-chave


Subsidiárias estrangeiras; subsidiárias com relevância estratégica; desempenho estratégico e financeiro.

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030