GOVERNANÇA GESTORA: UMA NOVA CONCEPÇÃO NA GESTÃO DE REDES DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

Daniel Jardim Pardini, Paulo Sérgio Martins Alves, Carlos Alberto Gonçalves

Resumo


São ainda pouco explorados os estudos que tratam da governança e gestão de redes de pequenas e médias empresas (PMEs), formato cooperativo que tem crescentemente se propagado como estratégia de sobrevivência e competição para essas organizações. Com esta pesquisa objetivamos analisar a estruturação, gestão e governança gestora nas redes de cooperação do segmento de varejo farmacêutico. No estudo utilizamos a concepção de governança gestora e as perspectivas teóricas da agência e dos stakeholders para compreender a dinâmica que rege as relações entre os associados, a gestão e as demais partes interessadas nas atividades da rede. Por meio do estudo comparativo de casos de duas redes de varejo farmacêutico verificamos as motivações que levam as empresas a se agruparem no novo formato organizacional e as dificuldades na estruturação e gestão dos mecanismos de governança gestora dos arranjos cooperativos. O entendimento da intermediação da gestão da rede entre os integrantes e os subsistemas interessados nas atividades da aliança possibilitou analisar uma série de situações nas quatro dimensões funcionais – compras, marketing, recursos humanos e tecnologia da informação - identificadas no formato cooperativo. A análise das categorias temáticas permitiu também constatar que as distorções de responsabilidades e a assimetria de informações no relacionamento entre proprietários, conselho de administração e direção executiva aponta somente para traços de governança nas redes pesquisadas. O artigo contribui para ampliar as concepções de governança em redes, campo de estudo bastante estudado em grandes organizações e ainda pouco pesquisado em empresas de pequeno e médio porte.

Palavras-chave


Redes de Pequenas e Médias Empresas; Governança Gestora; Teoria dos Stakeholders

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030