CONSÓRCIO DE EXPORTAÇÃO: UMA ALTERNATIVA PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO. UM ESTUDO DE CASO DO BAHIA BEACH EXPORT

Rodrigo Ladeira, Bernardo Gonçalves Costa, Carla Maria Kolling, Ilnah Pinho de Oliveira

Resumo


Na busca de alternativas visando enfrentar a competitividade dos mercados as pequenas e médias empresas têm optado por estabelecer alianças estratégicas através de consórcios de exportação como uma alternativa para a internacionalização. A partir deste contexto, o presente artigo pretende discutir o processo de formação e gestão do
consórcio de exportação Bahia Beach Export. Com o propósito de compor o modelo teórico para o desenvolvimento
deste artigo, recorreu-se aos seguintes autores: Yoshino e Rangan (1996), Kotabe e Helsen (2000), Porter (1986,
1989), Rodrigues (1999), que propiciaram discutir a internacionalização, a formação de alianças estratégicas, os
consórcios de exportação. Neste estudo procedeu-se a pesquisa de campo, através de entrevista e pesquisa documental, para verificar até que ponto a formação de consórcio de exportação contribuiu para a internacionalização do Bahia Beach Export. Os resultados obtidos com este estudo contribuíram para mostrar que, mesmo pequenas empresas têm chance de se internacionalizarem e expandir seus negócios para os mais diversos países através da formação de consórcios de exportação.

Palavras-chave


Internacionalização; alianças estratégicas; consórcio de exportação; desenvolvimento local; políticas de exportação.

Texto completo: Texto Completo

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030