A LIDERANÇA ESTRATÉGICA COMO FORMA DE EXERCÍCIO DE PODER DESPERSONALIZADO

Yákara Vasconcelos Pereira Leite, Elisabete Stradiotto Siqueira, Erlaine Binotto, Viviane Santos Salazar

Resumo


O papel da liderança tem sido alvo de discussões no campo organizacional. Nesse contexto, o artigo apresenta um debate sobre como os líderes estratégicos que ocupam papel de mediação entre capital e trabalho e a forma como os interesses dos atores são atendidos. Este ensaio teórico objetiva discutir como o conceito de liderança estratégica pode ser uma forma do exercício autocrático do poder, dada sua possibilidade de despersonalização. Não se pode negar que a estrutura e os modos de organização refletem no modo de vida social e individual das pessoas. Nesse âmbito, os indivíduos não são sujeitos passivos, mas ativos desse resultado.


Palavras-chave


Liderança estratégica; Poder; Organização

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030