GESTÃO DA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: ESTUDO DE CASO NA EMPRESA X

Andréa Yumi Sugishita Kanikadan, Beatriz Lacombe, Elenir Honorato Vieira, Monica Bose, Roberto Shinyashiki

Resumo


Nos últimos anos, as organizações, principalmente aquelas consideradas de grande porte, vêm dando considerável
importância à formulação e implementação de estratégias, como forma de obter excelência em sua gestão e manter sua própria sobrevivência no mercado, que se apresenta cada vez mais competitivo. Este trabalho tem por objetivo identificar em que sentido as estratégias empresariais de uma organização estão sintonizadas com os programas de Gestão de Qualidade de Vida no Trabalho (GQVT). Realizou-se um estudo na Empresa X, uma montadora, que apresenta as características desejadas para este projeto, ou seja, possui estratégias definidas pela alta direção e desenvolve ações que define como sendo de qualidade de vida no trabalho. Foram realizadas três entrevistas semiestruturadas e em profundidade: duas delas com representantes da alta administração e uma com o representante da comissão da fábrica. Concluiu-se que as estratégias da Empresa X estão sintonizadas parcialmente com o seu “programa” de Gestão de Qualidade de Vida no Trabalho. As ações de GQVT estão sintonizadas com os objetivos
estratégicos da empresa, que é produtividade em um caso de estratégia de excelência operacional. Por outro lado, percebe-se uma dissociação da realidade cotidiana, em termos do discurso da alta direção e dos gestores de RH.

Palavras-chave


Qualidade de Vida no Trabalho, Gestão Estratégica de Pessoas

Texto completo: Texto Completo

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030