A VISÃO DO FRANQUEADO E DO FRANQUEADOR: UM ESTUDO SOB A ÓTICA DA TEORIA DE AGÊNCIA

Henrique Lopes Freiria Teixeira, Marina Queiroz de Abreu, Laís dos Santos Sabatini Affonso, Lucas Yudi Yasunaka, Ananda Cristine Sarno, Adriana Beatriz Madeira, Luciano Augusto Toledo

Resumo


Este artigo identifica simultaneamente a visão que franqueador e franqueados possuem, sob a ótica da Teoria de Agência, a respeito das suas relações e decisões de negócio dentro do modelo de negócio de franquia. Para validar conceitos postulados pelo aporte teórico foi realizado um Estudo de Caso com a empresa Morana, em diferentes unidades de análise: franqueador e franqueados. A análise de dados revelou aspectos importantes no tocante ao relacionamento entre franqueador e franqueados, sobre a existência de assimetria de informação, como ela é balanceada nessa relação, como ocorre o monitoramento e como ele é percebido pelos franqueados da rede.


Palavras-chave


Teoria de Agência; Franquia; Relacionamento; Monitoramento; Assimetria de informação

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030