O PAPEL DA CAPACITAÇÃO E DA INOVAÇÃO NA CONSOLIDAÇÃO DE REDES DE COOPERAÇÃO INTEREMPRESARIAIS

Camille Magalhães Souza, Francisco Teixeira

Resumo


O objetivo desse trabalho foi analisar que papel que a capacitação e a inovação desempenham na consolidação de uma rede de cooperação interempresarial. Partindo de um referencial teórico baseado nos conceitos de Piore & Sabel (1984), foi realizado um estudo com uma amostra de oito redes de cooperação horizontais apoiadas pelo Programa Redes de Cooperação do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Essa amostra abrangeu redes dos setores varejista, industrial e agrícola. O processo de coleta de dados se deu por meio de entrevistas com consultores e empresários, além de visitas às redes pesquisadas. A partir desse trabalho de campo, foi possível observar que dois aspectos foram de grande importância para a consolidação das redes de cooperação: a promoção e adoção de inovações gerenciais que contribuíram para a evolução do modelo de gestão das empresas participantes e a presença de práticas de aprendizagem coletiva dentro das redes. Conclui-se ainda que o modelo de especialização flexível não se configura um modelo genérico de cooperação interfirmas.

Palavras-chave


Redes de Cooperação, Especialização Flexível, Inovação, Capacitação, Aprendizagem Coletiva

Texto completo: Texto Completo

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030