TRANSPARÊNCIA EM PROJETOS PÚBLICOS: O CASO DAS OBRAS DE MOBILIDADE URBANA DA CIDADE DE PORTO ALEGRE

Rafael Rudolfo Kreutz, Carlos Honorato Shuch Santos

Resumo


O artigo apresenta algumas características do PMBOK e, mais especificamente, as relacionadas com a gestão do ciclo de vida de projetos, os processos de gerenciamento e os fluxos de informação. O objetivo principal é analisar a transparência dos projetos da Administração Pública no que tange o PAC de uma capital no Estado brasileiro: Porto Alegre. Para tanto, buscou-se encontrar características e conceitos da gestão de projetos empregados na gestão de projetos da administração pública. O método utilizado foi uma pesquisa documental que se apoiou, basicamente, em dois elementos: a) pesquisa em sites oficias do governo; e b) canais de busca sobre informações quanto aos projetos do PAC 2. Os principais resultados encontrados são o baixo nível de transparência dos projetos públicos com escores entre 1,5 e 1,7, a transparência aquém do ideal, pouca ou nenhuma preocupação da administração pública na divulgação dos critérios de seleção dos projetos e a deficiência da publicação de informações sobre o andamento dos projetos.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v17i1.3659


Palavras-chave


Gestão de Projeto; Transparência; Setor Público; Mobilidade Urbana

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030