ELEMENTOS DETERMINANTES E IMPACTOS DA ADOÇÃO DE INSTRUMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO DA PERFORMANCE NO SETOR PÚBLICO: ESTUDO COMPARADO ENTRE OS MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO E OSASCO

Tamara Ilinsky Crantschaninov, Anny Karine de Medeiros, Mário Aquino Alves

Resumo


O artigo em questão visa discutir a adoção de instrumentos de administração da performance no setor público, discutindo os contextos em que surgem e os impactos gerados. Serão utilizados os casos dos municípios de São Paulo e Osasco, ambos no estado de São Paulo, e que contam com mecanismos de administração da performance. Cada caso surge em um dado contexto, que acaba por influenciar os mecanismos de implementação e monitoramento adotados. Observou-se que, no caso de Osasco, a adoção dos contratos de gestão surge como manifestação de um isomorfismo mimético e normativo, enquanto em São Paulo o isomorfismo é de ordem coercitiva. Tal análise se faz relevante por colaborar na compreensão da influência dos contextos na aplicação de instrumentos de gestão, tornando possível a construção de cenários futuros para tal ferramentas.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v19.4243

 


Palavras-chave


Administração de performance; Isomorfismo organizacional; Contexto organizacional; Gestão por resultados

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030