TRANSPARÊNCIA DA GESTÃO PÚBLICA: ANÁLISE EM PEQUENOS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO SUL

Luana dos Santos Fraga, Angélica Pott de Medeiros, Kelmara Mendes Vieira, Reisoli Bender Filho

Resumo


A administração pública tem como base a integridade, a transparência e a accountability. Contudo, a transparência das informações nesse meio ainda é considerada incipiente. Utilizando-se deste argumento, o estudo teve como objetivo apresentar o nível de transparência pública da mesorregião centro ocidental rio-grandense, a qual possui 31 municípios, majoritariamente de pequeno porte, divididos em três microrregiões, a partir das informações disponíveis em seus websites. Para isso utilizou-se o Índice de Disclosure (ID), que remete à transparência das informações. Em termos de resultados, a média do ID foi de 0,37, indicativo do baixo nível de transparência dentre os municípios estudados. Os municípios de Santa Maria, Cacequi, Júlio de Castilhos e São João do Polêsine obtiveram os maiores ID, enquanto São Martinho da Serra, Mata e Formigueiro os menores índices. As informações mais encontradas nos websites foram referentes às informações gerais, como também os documentos considerados compulsórios.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v20.4731


Palavras-chave


Transparência; Índice de Disclosure; Gestão pública municipal

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030