GREEN SUPPLY CHAIN MANAGEMENT E AS PRÁTICAS ADOTADAS PELA INDÚSTRIA QUÍMICA

Roger Augusto Luna

Resumo


Cenários onde as empresas procuram vantagens competitivas constantes e com um mercado de consumo altamente mutável, geram desafios para os gestores das empresas. Diante das mudanças no gerenciamento da cadeia de suprimentos, além de se tornar relevante, exige que cada componente realize suas melhores práticas, incluindo a implementação de práticas ambientais de gestão. Este estudo possui o objetivo de identificar as práticas de Green Supply Chain Management (GSCM) nas empresas do setor químico e como elas atuam em suas operações. Por meio de um estudo qualitativo e orientado para entrevistas em quatro empresas de referência no setor químico, revelam-se as principais contribuições; as empresas aplicam práticas de GSCM em suas operações, como por exemplo, logística reversa, controle de consumo de água e energia elétrica, possuem certificações ISO e buscam trabalhar com fornecedores certificados. Ademais, nota-se um setor regulamentado e que possui preocupações com a imagem e reputação da empresa. Embora existam ações positivas, práticas de GSCM acarretam investimentos financeiros e criação de novos controles nos processos operacionais das empresas.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v.21.5149


Palavras-chave


Gestão Verde da Cadeia de Suprimentos; Gestão Ambiental; Indústria Química

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030