CRIATIVIDADE E LIDERANÇA EM ORGANIZAÇÕES DO PORTOMÍDIA: UM ESTUDO À LUZ DA SOCIOLOGIA FENOMENOLÓGICA DE ALFRED SCHÜTZ

Kelly Maria Paz e Silva, Henrique Muzzio, Fernando Gomes de Paiva Júnior

Resumo


Esse estudo analisa o fenômeno da liderança no contexto da criatividade. O contexto organizacional contemporâneo é permeado por condições desafiadoras que emergem de um mundo pós-fordista. Nesse ambiente, a criatividade surge como um fenômeno capaz de dotar os indivíduos e as organizações de condições positivas para conviver com essa realidade. O líder emerge como agente central nesse cenário em que ele permite o desenvolvimento de seus seguidores com ênfase na criatividade e em sua condição transformadora, como enfatiza o modelo de liderança criativa (MLC) de Rickards e Moger (2000). Com base nas concepções fenomenológicas de Alfred Schütz, a pesquisa foi realizada junto a dirigentes do Portomídia, uma incubadora localizada na cidade do Recife em Pernambuco. O estudo evidencia que os líderes se vêem como membros de uma equipe que exercem o papel de estimular o processo criativo, ao invés de gerar imposições e regras restritivas ao desenvolvimento da capacidade criativa.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v20.5622


Palavras-chave


Criatividade; Liderança criativa; Economia criativa; Fenomenologia sociológica

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030