MENSURAÇÃO DA GESTÃO DA INOVAÇÃO EM UM BANCO BRASILEIRO SOB A ÓTICA DAS CINCO DIMENSÕES DA INOVAÇÃO

Bráulio Mágnum Monteiro dos Santos, Eric de Paula Ferreira, Elaine Drumond Pires e Silva, Armando Sérgio de Aguiar Filho

Resumo


A gestão da inovação desempenha um importante papel nas organizações devido à capacidade de transformar incertezas em conhecimento. Assim, analisar as estratégias e práticas de inovação adotadas pelas empresas é uma etapa necessária para se alcançar a vantagem competitiva sustentável. O presente trabalho buscou captar a percepção dos funcionários de um banco brasileiro em relação à gestão da inovação na instituição. Por meio de um estudo de caso de natureza descritiva, aplicou-se o questionário validado pela pesquisa de Tidd, Bessant e Pavitt (2008), que propõe analisar a gestão da inovação sob o aspecto de cinco dimensões: estratégia, processos, organização inovadora, relacionamentos e aprendizagem. Os resultados dessa análise apontam para a necessidade do Banco de aperfeiçoar suas estratégias e rotinas de gestão, além de ampliar a comunicação acerca das ações relacionadas à inovação, buscando disseminar a cultura de inovação na organização.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v.20.5840


Palavras-chave


Inovação; Gestão da Inovação; Vantagem Competitiva; Setor Bancário

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030