MENTORING COMO FACILITADOR DA GESTÃO DO CONHECIMENTO: UM ESTUDO EM INSTITUIÇÃO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Herta Camila Fernandes Diógenes Nunes Maia, Lydia Maria Pinto Brito, Manoel Pereira da Rocha Neto

Resumo


Esta pesquisa analisou a relação entre mentoring e as práticas de gestão do conhecimento em uma Instituição de Educação Profissional, em Natal/RN. Trata-se de estudo de caso qualitativo e descritivo, baseado nas abordagens sobre mentoring de Erlich (2010), Kram, (1980) e Noe (1988) e no modelo SECI de conversão do conhecimento de Takeuchi e Nonaka (2008). Os achados das 22 entrevistas, pela análise de conteúdo com suporte do software QSR NVivo®, evidenciam práticas relacionadas à socialização, à externalização, à combinação e, em menor impacto, à internalização do conhecimento. Quanto ao mentoring: os efeitos positivos decorrem de relações espontâneas, rotineiras e informais, embora menos evidentes para os resultados organizacionais; os gestores, pela sua proximidade e disponibilidade, são determinantes para o desenvolvimento dos empregados; as reuniões são as estratégias gerenciais mais eficientes para a transferência do conhecimento e orientação das equipes; as funções do mentoring Patrocínio e Abertura foram as menos evidenciadas.

DOI: 10.53706/gep.v.23.6374


Palavras-chave


Mentoring; Benefícios do mentoring; Gestão do Conhecimento; Educação Profissional

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030