O PAPEL DE INTERMEDIAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA EM SEU ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO

Vinicius Farias Moreira, Victor de Mendonça Maciel, Alexandre de Araujo Gomes Junior, Vorster Queiroga Alves

Resumo


O objetivo deste artigo foi analisar o papel do Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB) como intermediário de inovação em seu ecossistema. Tal estudo justifica-se pelo seguinte: (i) os parques tecnológicos são organizações que podem induzir inovações e, assim, colaborar com o processo de desenvolvimento econômico e social das regiões, e (ii) a produção científica sobre a temática está em estágio de desenvolvimento. Para tanto, realizou-se um estudo de caso descritivo qualitativo, cuja coleta de dados ocorreu com base na análise de documentos, observação participante e entrevistas não estruturadas. Os resultados descrevem de que forma PaqTcPB atua em seu ecossistema de inovação. Concluiu-se que o PaqTcPB, no papel de intermediário, atua como promotor e facilitador da inovação em seu ecossistema, oferecendo às organizações instaladas ou associadas a ele diferenciais competitivos, promovendo uma cultura de inovação, estimulando o empreendedorismo e fomentando o desenvolvimento da sua região.

DOI: 10.53706/gep.v.22.6443


Palavras-chave


Intermediação; Ecossistema de Inovação; Parque Tecnológico

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030