POR QUE EMPREENDEDORES NÃO PARTICIPAM EM REDES? UM ESTUDO COM MICRO EMPREENDEDORES DO COMÉRCIO VAREJISTA

Hilka Pelizza Vier Machado, Juliana Fabris, Vanessa Grabowski, Carlos Eduardo Carvalho

Resumo


A participação de empreendedores em redes pode trazer benefícios para eles e para as empresas. No entanto, para imersão em redes é preciso que os empreendedores apresentem intenções de participação. A intenção é um elemento importante para direcionar o comportamento. Esta pesquisa teve como objetivo identificar causas de não participação de empreendedores em redes por empreendedores do comércio varejista. O estudo quantitativo foi realizado em um município do Estado de Santa Catarina. Com base na literatura, foram identificadas como variáveis independentes: autoconceito, gestão do tempo, ausência de benefícios e experiências anteriores negativas. As principais causas da não participação foram atribuídas a fatores associados à gestão do tempo e às experiências anteriores negativas para os empreendedores que participaram anteriormente de alguma rede. As variáveis sexo, nível de escolaridade e estado civil apresentaram influência e a idade da empresa não influenciou na não participação na rede.

DOI: 10.53706/gep.v.23.6992


Palavras-chave


Empreendedores; Redes; Imersão Social; Pequenos Negócios; Varejo

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030