PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SITUACIONAL E GESTÃO DE LEITOS PARA O ENFRENTAMENTO DA COVID-19 NA BAHIA

Emerson Gomes Garcia, Vera Lúcia Peixoto Santos Mendes, Wandilson Alisson Silva Lima, Maria Alcina Romero Boullosa

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir a disponibilização do número de leitos para o enfrentamento ao COVID-19, no que se refere à atenção hospitalar na Bahia, considerando o Planejamento Estratégico Situacional. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e de natureza descritiva, com estratégia metodológica de estudo de caso, por meio da técnica de análise documental sobre a COVID-19 no Estado da Bahia. Foram levantados dados a partir de Notas Técnicas, Boletins Epidemiológicos do site da Secretaria Estadual de Saúde da Bahia para o dimensionamento e a alocação de recursos hospitalares necessários ao atendimento da pandemia, e analisados com base em parâmetros do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde, entre junho/2020 e julho/2020. Os resultados alcançados indicam que a rápida reorganização das Redes de Atenção à Saúde para o atendimento às pessoas atingidas pelo COVID-19 impactou positivamente na gestão de leitos no Estado da Bahia.

DOI: 10.53706/gep.v.23.7041


Palavras-chave


Gestão de Leitos; Covid-19; Rede de Atenção à Saúde; Planejamento Estratégico Situacional

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030