GANHOS COMPETITIVOS ADVINDOS DE RELACIONAMENTOS INTERORGANIZACIONAIS: O MERCADO DA BELEZA EM EVIDÊNCIA

Gerlis de Souza Brito, Jefferson David Araujo Sales, Rosângela Sarmento Silva

Resumo


O estudo em tela busca identificar os ganhos competitivos nos relacionamentos interorganizacionais entre empreendedores associados ao SINDICAB - Sindicato dos Cabeleireiros e Similares Autônomos do Estado de Sergipe. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa do tipo exploratória e descritiva se constituindo em um estudo de caso. Os dados foram coletados junto aos empreendedores vinculados ao sindicato por intermédio de entrevistas semiestruturadas e em documentos disponíveis para pesquisa. Foi analisada a ocorrência dos ganhos competitivos indicados na teoria de redes descrita por Balestrin e Verschoore (2008). Como resultados conclusivos pode-se afirmar que os benefícios individuais e coletivos auferidos nas relações interorganizacionais na esfera do sindicato, são baseados sobretudo nas relações sociais desenvolvidas. Os ganhos competitivos puderam ser comprovados em uma parcela significativa dos relacionamentos entre os empreendedores em suas ações conjuntas propiciadas pela associação ao sindicato.

DOI: 10.53706/gep.v.23.7548


Palavras-chave


Relacionamentos Interorganizacionais; Empreendedores; Setor de Beleza; Ganhos Competitivos

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030