DÍVIDA PÚBLICA: EXISTE SOLUÇÃO?

Raymundo Pinto

Resumo


Há pouco tempo, foi publicado na Tribuna da Bahia um artigo de minha autoria intitulado “Dívida pública: assunto proibido”, em que, após alinhar breves dados da vexatória situação econômica do país, procurei demonstrar que a dívida pública encontra-se entre os fatores que têm contribuído para o agravamento dos índices conhecidos, embora haja outros não menos importantes. Em síntese, citei que o volume total já ultrapassa a estratosférica cifra de três trilhões e que a soma das obrigações mensais, no ano, com juros e amortizações, chega a cerca de quinhentos bilhões, quantia que equivale a mais de vinte vezes o que é gasto com o bolsa família, além de estar acima dos orçamentos anuais de vários ministérios, incluindo os da educação e da saúde. O espaço do anterior trabalho não foi suficiente para fornecer outras informações ligadas ao tema. Sei ainda que existe a curiosidade de saber se o gritante problema teria alguma solução. Vou tentar, a seguir, sanar essas omissões.

Texto completo: PDF


A Revista Direito UNIFACS – Debate Virtual estará sempre aberta a oportunidade para que todos, ainda que não sejam membros do Corpo Docente e Discente do Curso de Direito da UNIFACS, possam divulgar textos jurídicos de relevância dogmática, devendo enviar seus textos para o endereço eletrônico [email protected]

ISSN 1808-4435