O PENSAMENTO CULTURALISTA DE A. L. MACHADO NETO: CONTRIBUTOS PARA O EGOLOGISMO JURÍDICO

Ricardo Maurício Freire Soares, Raissa Pimentel Silva

Resumo


O presente artigo foi concebido com o escopo de revisitar a biografia do jurisfilósofo baiano Antônio Luiz Machado Neto, um mestre na mais pura acepção do termo,conferindo especial enfoque a uma das suas mais relevantes contribuições ao pensamento jurídico, qual seja, a difusão e aprimoramento, em solo pátrio, da teoria egológica do direito, preconizada pelo argentino Carlos Cossio, no contexto dos movimentos pós positivistas.

Texto completo: PDF


A Revista Direito UNIFACS – Debate Virtual estará sempre aberta a oportunidade para que todos, ainda que não sejam membros do Corpo Docente e Discente do Curso de Direito da UNIFACS, possam divulgar textos jurídicos de relevância dogmática, devendo enviar seus textos para o endereço eletrônico [email protected]

ISSN 1808-4435