EXPERIÊNCIA CONSULTIVA DE PROFISSIONAIS DE TI

Silvia Griselda Andueza, Sandra Regina Rocha-Pinto

Resumo


O presente trabalho buscou descrever a essência da experiência consultiva à luz da percepção de consultores de TI, com base em uma pesquisa fenomenográfica, realizada no Rio de Janeiro entre novembro de 2009 e dezembro de 2009, e dos temas propostos para caracterizar o fenômeno: Orientação de Carreira Profissional (SCHEIN, 1974; DELONG, 1982; CREPEAU et al., 1992), Motivação (MCCLELLAND, 1961, 1971; STEERS et al., 2004; HERZBERG, 1987; BERGAMINI, 1990, 1998, 2008), Comprometimento e Identidade Social (DELONG, 1982; MEYER e ALLEN, 1991; MEYER et al., 1993; MEYER e HERSCOVITCH, 2001; VAN DICK, 2001; SCHEIBLE e BASTOS, 2006; BLAU, 1985; ASHFORTH e MAEL, 1989; THATCHER et al., 2003; WRZESNIEWSKI et al., 2003; CANÇADO et al., 2007; BEECH, 2008; SWANN et al., 2009). Para atingir o objetivo proposto, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas e em profundidade com consultores de TI. A análise dos depoimentos permitiu identificar as principais categorias e os temas usados para descrever a essência da experiência consultiva a partir da percepção dos entrevistados. O resultado da análise permitiu a proposição de um modelo representativo da essência da atividade consultiva, que sugere existir uma relação direta desta com a vivência individual e as características técnicas e comportamentais inerentes ao consultor de TI.


Palavras-chave


Tecnologia de Informação; Terceirização de Serviços; Experiência Consultiva

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030