DINÂMICA DEMOGRÁFICA, GESTÃO PÚBLICA E REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL: OPORTUNIDADES E DESAFIOS PARA OS SERVIDORES E MUNICIPIOS

Luana Junqueira Dias Myrrha, Ricardo Ojima

Resumo


O artigo tem como objetivo debater as vantagens e desvantagens na criação dos Regimes Próprios dePrevidência Social (RPPS). Baseado na análise dos princípios normativos, atuariais e institucionais, busca-seavaliar as oportunidades e desafios colocados tanto para os servidores como para os municípios. De acordo comos resultados, pode-se concluir que o Ministério da Previdência Social tem investido em ações que busquemreduzir a pressão sobre o Regime Geral de Previdência Social (RGPS). Entretanto, sem que sejam avaliados oscasos individualmente, o esforço de universalizar os RPPS pode resultar em problemas críticos, sobretudo paraos servidores. Por outro lado, considerando o potencial desafogamento do RGPS, se todos os municípios queainda não possuem um RPPS resolvessem criá-lo, atingiriamos apenas 2,1% dos servidores públicos municipaisde pequenos municípios.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v17i1.3002


Palavras-chave


Previdência Social; Servidores Públicos; Regimes Próprios de Previdência Social

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030