PRÁTICAS PROFISSIONAIS EM CONTEXTO DE MUDANÇAS ORGANIZACIONAIS EM UMA INSTITUIÇÃO MILITAR

Sabrina Oliveira de Figueiredo, Mônica de Fátima Bianco

Resumo


As mudanças ocorridas nas organizações tendem a provocar transformações nas práticas profissionais. Na literatura brasileira, há poucos estudos sobre mudanças nas Polícias Militares e envolvendo o trabalho policial. O objetivo do artigo foi analisar as mudanças ocorridas e a influência destas nas práticas profissionais dos militares no contexto pré e pós-greve da Polícia Militar capixaba. Como aporte teórico-analítico, utilizou-se a abordagem ergológica para o estudo do trabalho humano. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com aplicação de entrevistas com seis militares e adoção da técnica de codificação da grounded theory para a análise de dados. Os resultados demonstraram que as mudanças na Polícia Militar envolveram a formação policial, a inserção de um novo perfil de policiais e as consequências da greve de 2017. As mudanças influenciaram às práticas profissionais cotidianas dos policiais, especialmente, no despreparo para determinadas atividades e na desmotivação.

DOI: 10.21714/2178-8030gep.v.21.6285


Palavras-chave


Mudanças organizacionais; Práticas profissionais; Polícia Militar; Ergologia

Texto completo: PDF

Todo conteúdo da revista está sob a licença 

Gestão & Planejamento. ISSN impresso 1516-9103 - ISSN eletrônico 2178-8030