COOPERATIVISMO NÃO PATRIMONIAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL: O PROCESSO DE CRIAÇÃO DA COOPERATIVA DOS AGRICULTORES FAMILIARES DO VALE DO RIO CAPIVARI – COOPERRICA

Dimas de Oliveira Estevam, Rossandra Oliveira Maciel, Liara Darabas Ronçani

Resumo


Este artigo trata-se de uma experiência de um projeto de pesquisa e extensão que objetivou estimular os agricultores familiares do município de Armazém - SC a criar uma Cooperativa. Das atividades realizadas resultou a criação da COOPERRICA. Desta forma o presente artigo visa a identificar se houve melhoria na renda e nas condições de trabalho dos cooperados. A metodologia utilizada foi o estudo de caso em que foram entrevistados dez associados. Com base nesta pesquisa, pode-se concluir que a Cooperrica se traduz no principal meio de os cooperados se manterem na atividade rural, uma vez que agora é responsável pela geração de emprego e renda às famílias da região, ao passo que promove o desenvolvimento social e econômico sustentável, por meio da ajuda mútua e da solidariedade entre os cooperados, possibilitando desta forma uma vida digna no campo.

Palavras-chave


Family Farming; Non-Equity Cooperatives; Rural Education; Employment generation and income

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684