IMPACTOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO MUNICÍPIO DE RETIROLÂNDIA/BA

Bruno Mota Lopes, Janúzia Souza Mendes, Patrício de Almeida Alves

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar, na contemporaneidade, os impactos e influências positivas dos benefícios previdenciários do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS)/Ministério da Previdência Social concedidos aos trabalhadores rurais de Retirolândia, município que está dentro do polígono da seca e entre os mais pobres do estado da Bahia/Brasil. O referente trabalho tem como metodologia a revisão bibliográfica de teses, dissertações e coleta de dados socioeconômicos disponibilizados pelo INSS, Instituto Brasileiro de Geografia e Estática (IBGE), Portal Transparência e do Tesouro Nacional, entre outros. O trabalho trouxe uma discussão acerca da Previdência Social como política de distribuição de renda na zona rural de Retirolândia, mostrando o impacto positivo na vida de muitos indivíduos via transferência de renda promovida pelo estado brasileiro, ressaltando a modificação progressiva dos aspectos socioeconômicos do referido munícipio. A conclusão do presente estudo permitiu constatar que os benefícios da Previdência Social é uma dos responsáveis pela melhoria da qualidade de vida de parte dos habitantes do município de Retirolândia, especialmente daqueles indivíduos que residem fora da zona urbana.

Palavras-chave


Previdência Social; Benefícios rurais; Impactos econômicos

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684