IDENTIFICAÇÃO DOS POLOS DE EMPREGO AGROPECUÁRIO NO NORDESTE BRASILEIRO (1994-2013)

José Márcio Santos, Diogo Brito Sobreira

Resumo


As ações das politicas públicas recentes tem modificado a estrutura do emprego setorial nas últimas décadas na Região Nordeste. Contudo, tais impactos também são difundidos sobre o emprego agropecuário. Assim, surge o questionamento acerca do comportamento apresentado pelo emprego agropecuário nordestino no período recente. Desta forma, o presente artigo tem por objetivo identificar os polos de concentração do emprego no setor agropecuário da Região Nordeste entre os anos de 1994 a 2013. A metodologia empregada consistiu na estimação do Quociente Locacional. A base de dados usada decorre das informações presentes na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) sobre o volume de emprego agropecuário nordestino segmentando a nível mesorregional entre os anos de 1994 a 2013, organizado segundo os critérios da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). Os principais resultados mostram que o número de mesorregiões que concentraram o emprego nas atividades de lavouras permanentes, pecuária e horticultura aumentou, enquanto o número de áreas ligadas às lavouras temporárias manteve-se estáveis. Contudo, os indicadores evidenciaram um baixo dinamismo na difusão das atividades agropecuárias, mostrando a que estrutura produtiva neste segmento manteve inalterada, em relação ao padrão de emprego estadual, ao longo do período de estudo.


Palavras-chave


Emprego; Concentração Espacial; Agropecuária

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684