HETEROGENEIDADES DOS BAIRROS SOTEROPOLITANOS E A PERCEPÇÃO DE SEGURANÇA

Mariane Reis Vila Verde, Leonardo Silvério Santana, Renato Barbosa Reis

Resumo


O território soteropolitano expande-se concomitantemente com a desigualdade e segregação sócioespacial, disparidades latentes entre os bairros, a destinação dos recursos públicos e alocação de equipamentos. O artigo objetiva comparar duas classes econômicas opostas, os bairros da Graça e de São Tomé de Paripe, quanto à sensação de segurança, a partir da percepção dos seus residentes. Para atender o objetivo buscou-se trabalhar com a pesquisa de campo, aplicação de questionários dos dois bairros, com o intuito de captar a percepção dos moradores. Desta forma, é possível ratificar que a sensação de violência, crescente no território soteropolitano, atualmente encontra-se presente em todos os extratos sociais.

 


Palavras-chave


Graça; São Tomé de Paripe; sensação de segurança; Violência

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684