INÍCIOS DE UMA TRANSIÇÃO SOCIOTÉCNICA: O CLUSTER DE ENERGIA FOTOVOLTAICA NA REGIÃO DOS VALES/RS

Markus Erwin Brose

Resumo


O fomento à geração descentralizada de energia com fontes renováveis ganhou destaque após o Acordo de Paris sobre o clima. O conceito de cluster de energia vem encontrando crescente uso na mídia e por organizações privadas. O objetivo desse artigo consiste em sistematizar dados acerca da expansão da microgeração fotovoltaica na Região dos Vales/RS. Discute a hipótese que se encontra em formação um cluster de energia de fontes renováveis, inovação radical frente ao paradigma centralizador da matriz elétrica. Desde 2014, conjunto diversificado de atores sociais vem estabelecendo o município de Santa Cruz do Sul como polo difusor de sistemas fotovoltaicos na região. A partir de visitas técnicas, entrevistas com gestores e revisão da incipiente bibliografia, o artigo enfatiza o enraizamento territorial desses inícios de uma transição energética, que contribui para a modernização da infraestrutura regional rumo à maior sustentabilidade. Entre os resultados, destaque para a ausência de políticas públicas estaduais, que priorizam o carvão mineral no RS.


Palavras-chave


Prosumidores; Geração descentralizada; Transição energética; Análise multinível; Rio Grande do Sul

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684