O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL NA MESORREGIÃO DIFERENCIADA JEQUITINHONHA-MUCURI

Douglas Vianna Bahiense, Jandir Ferrera de Lima

Resumo


Esse artigo analisa o desenvolvimento socioeconômico dos municípios da Mesorregião Diferenciadas Jequitinhonha-Mucuri. O procedimento metodológico consistiu na organização dos dados da População, do Produto Interno Bruto (PIB) e o Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM). Na sequência, foram estimados os Índices de Centralidade (IC) e de Disparidade (ID). Os resultados demonstraram a pouca representatividade econômica da região em relação ao Brasil. Considerando o IC, os municípios de Mucuri (BA), Eunápolis (BA), Porto Seguro (BA), Teófilo Otoni (MG), Itapebi (BA), São Mateus (ES) e Teixeira de Freitas (BA) têm condições de avançar como polos econômicos. No índice de disparidade, os municípios de Jaguaré (ES); Montanha (ES); São Mateus (ES); e Diamantina (MG) são os que mantiveram ou ampliaram o nível dos serviços setoriais, melhorando o desenvolvimento municipal.


Palavras-chave


Desenvolvimento regional; Economia regional; Desenvolvimento municipal; Desenvolvimento econômico

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684