POTENCIAL DE INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS NA BAHIA: O CASO DAS FLORES E PLANTAS ORNAMENTAIS DE MARACÁS/BA

Luiz Antonio da Silva Gonçalves, Maria das Graças Ferraz Bezerra, Bethânia de Araújo Almeida

Resumo


A Indicação Geográfica representa uma importante ferramenta para o desenvolvimento ao permitir que territórios promovam seus produtos através da autenticidade da produção ou peculiaridades ligadas a sua história, cultura ou tradição, estabelecendo o direito reservado aos produtores situados no referido território. O trabalho diagnostica a viabilidade de obtenção de registro de IG para as flores e plantas ornamentais da cidade de Maracás, localizada no estado da Bahia. A pesquisa foi desenvolvida através de abordagem qualitativa de cunho exploratório, adotando-se como estratégica a pesquisa bibliográfica, documental, de campo e o estudo de caso, tendo como recorte espacial o município de Maracás/BA. Os resultados evidenciam a existência de produtos com reputação estabelecida com recursos locais suficientes para uma IG. Assim, torna-se relevante um estudo de proposta de certificação de IG para as flores e plantas ornamentais, no município de Maracás/BA.

 


Palavras-chave


Indicação Geográfica; Desenvolvimento Regional; Flores; Maracás

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684