CARACTERIZAÇÃO HISTÓRICA DO MERCADO DE TRABALHO NO BRASIL: DA CONSOLIDAÇÃO À REFORMA TRABALHISTA

Danyelle Mestre de Souza, Cassiano José Bezerra Marques Trovão, Mattheus Rodrigues da Silva, José Wilker Farias de Melo

Resumo


O presente artigo tem como objetivo recuperar os aspectos essenciais do processo histórico do mercado de trabalho no Brasil, a partir da consolidação desse mercado de trabalho à reforma trabalhista, mais precisamente o período de 1930 a 2017. O intuito é compreender as particularidades de um mercado de trabalho consolidado em uma economia periférica/subdesenvolvida e as implicações para as condições sociais e econômicas dos trabalhadores. Metodologicamente, trata-se de um texto teórico, realizado por meio do levantamento histórico das principais contribuições na literatura especializada. Como conclusão, destaca-se que, mesmo com avanços importantes, diversos problemas como a precarização, informalidade, instabilidade, menores salários, baixo grau de proteção social, dentre outros, permanecem como marcas estruturais do mercado de trabalho dessa sociedade, em um contexto de promoção de políticas públicas que não apresentam resultados significativos quanto a melhorias nas condições sociais e econômicas da classe trabalhadora, como é o caso da referida reforma trabalhista.


Palavras-chave


Mercado de Trabalho; Flexibilização das Relações de Trabalho; Reforma Trabalhista

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684