RELAÇÕES ENTRE BEM-ESTAR, CRESCIMENTO ECONÔMICO E POBREZA NO BRASIL: UMA ANÁLISE PARA ÀREAS URBANAS E RURAIS

Francisco Tabosa, José Vieira Filho

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar a existência de relações entre a pobreza nos meios urbano e rural das unidades federativas brasileiras com os níveis de crescimento econômico e bem-estar. Para isso, utilizou o modelo de Vetores Autorregressivos para dados em painel (PVAR) e informações sobre renda, pobreza e bem-estar dos estados brasileiros, abordando o período de 2002 a 2015. O presente estudo se difere dos demais já realizados sobre o tema em função do método aplicado, ainda não utilizado nessa área de estudo. Os resultados do modelo VAR em painel mostraram que, tanto para áreas urbanas quanto para rurais, a existência de uma relação inversa entre crescimento econômico e pobreza, e nível de bem-estar com pobreza. Assim, aumentos de renda per capita, associados com a redução dos níveis de desigualdade (e consequentemente aumento do bem-estar social), são fundamentais para a redução dos níveis de pobreza no Brasil.


Palavras-chave


Bem-estar; Pobreza; Crescimento econômico; PVAR

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684