COEXISTÊNCIA ENTRE O PASSADO E O FUTURO: TRANSFORMAÇÕES URBANO-ESTRATÉGICA DA PRAIA DO FORTE – BA

Ana Licks Almeida Silva, Marcia M. Couto Mello, Joanna Almeida Minalez

Resumo


A Praia do Forte, localizada no litoral do município de Mata de São João, no Estado da Bahia – Brasil, se diferencia das demais localidades do seu entorno pelo seu potencial econômico e pelas transformações radicais no seu microterritório, que a tornaram um destino turístico, reconhecido nas rotas nacionais e internacionais. Pretende-se então, analisar como o planejamento urbano influenciou nas transformações socioespaciais, bem como no desenvolvimento da Praia do Forte, a partir da década de 1970, momento que se configura como um dos principais períodos de mudança para as dinâmicas territoriais, ambientais, sociais e culturais até então estabelecidas. Discutem-se tais aspectos pela análise crítica da lógica subjacente ao planejamento estratégico na produção da paisagem urbana que, associada à adoção de modelos de desenvolvimento exógenos, não permite a valorização das tradições e da identidade dos grupos locais. Como resultado foram identificados alguns conflitos e contradições estampados no território pela via da segregação socioespacial.


Palavras-chave


Praia do Forte; Transformações socioespaciais; Planejamento urbano

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684