PANORAMA DA VIOLÊNCIA EM SALVADOR E A TEORIA DO STATUS CRIMINÓGENO - UMA APLICAÇÃO DA ANÁLISE CRIMINAL

Carlos Augusto Alves Marx, Carolina de Andrade Spinola, Laumar Neves de Souza, José Gileá de Souza

Resumo


O presente artigo objetivou avaliar padrões, tendências e sazonalidades referentes aos homicídios ocorridos em Salvador, entre 2012 e 2016, a partir da aplicação da Análise Criminal Estratégica. A metodologia empregada, a Teoria Fundamentada nos Dados, estruturou-se, inicialmente, numa coleta quantitativa e, posteriormente, em entrevistas semiestruturadas, propiciando o processo de codificação e de categorização que culminou numa teoria substantiva capaz de explicar e de contextualizar o fenômeno estudado. De acordo com a teoria produzida, denominada de teoria do status criminógeno integrar uma gangue de rua vinculada ao narcotráfico ou consumir entorpecentes em bairros carentes da cidade de Salvador simboliza status social num paradigma que configura a violência como instrumento de imposição de poder.


Palavras-chave


Análise Criminal; Teoria Fundamentada nos Dados; Homicídio; Violência; Salvador

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

INDEXAÇÃ0:

DOAJ

Associada

Todo conteúdo da revista está sob a licença 
RDE – Revista de Desenvolvimento Econômico. ISSN eletrônico 2178-8022 (números publicados a partir de 2010)
ISSN impresso 1516-1684