E-CARTÓRIO: A INCLUSÃO DA PRÁTICA DOS ATOS DOS SERVIÇOS EXTRAJUDICIAIS NA TECNOLOGIA À DISTÂNCIA

Pedro Teobaldo

Resumo


O presente artigo pretende analisar a autorização expressa para lavratura de atos notariais eletrônicos pelo Conselho Nacional de Justiça. Trazer à lume os questionamentos para a mudança. Apresentar os elementos essenciais aos atos eletrônicos definidos em normas gerais e os limites da competência notarial que foram estabelecidos no Provimento n. 100, de 26 de maio de 2020.

Texto completo: PDF


A Revista Direito UNIFACS – Debate Virtual estará sempre aberta a oportunidade para que todos, ainda que não sejam membros do Corpo Docente e Discente do Curso de Direito da UNIFACS, possam divulgar textos jurídicos de relevância dogmática, devendo enviar seus textos para o endereço eletrônico [email protected]

ISSN 1808-4435